Discurso do aluno Antonio Elias no Funeral do Dr. Waddell

NOTA:

O texto a seguir foi publicado no site original do JMC que mantive, neste mesmo endereço, no final da década de 1990, começo da de 2000. Transcrevo-o com vistas ao Encontro dos Manuelinos, que terá lugar em Campinas, a partir de amanhã, 20.09.2019 até 22.09.2019.

EC

…SENHORES:

— “Diga aos moços que trabalhem!” –

Diga aos moços que trabalhem, foi a mensagem grandiosa que nós, os estudantes do Conceição, recebemos do Dr. Waddell, nos últimos dias de vida de sua preciosa existência.

Essa mensagem repercutiu profundamente em nossos corações, porque acima de tudo, vale a pena seguir-lhe o exemplo nobre e honroso, – exemplo de quem sempre trabalhou com a grandeza moral, intelectual e sobre tudo espiritual de milhares de nossos patrícios.

A evangelização na Baía é um atestado vigoroso do quanto fez êsse venerando servo de Deus. Há 40 anos passados, lá estava o dr. Waddell, lutando contra as dificuldades e meios de comunicação. Viajando a cavalo meses a fio, desprovido de todo o conforto material, atravessava regiões inóspitas, áridas e perigosas.

Seu ideal era socorrer os necessitados do pão para a alma e muitas vezes, para o corpo. São inúmeras as conversões dêsse trabalho fecundo, tanto no estado da Baía, com em São Paulo; almas que se decidiam por Cristo, movidas, ora pela sua palavra autorizada, persuasiva e piedosa; ora pelo seu exemplo luminoso de abnegação, amor e fé!

A obra missionária no Brasil perde, portanto, com a partida do Dr. Waddell, um grande obreiro. O dr. Waddell não foi tão somente um valoroso missionário. O colégio de Ponte Nova, Baía, fundado por ele, onde funciona a segunda escola normal daquele Estado – segunda pelo grau de disciplina e cultura; o Mackenzie College, um dos mimos de S. Paulo, do qual ele foi seu presidente por alguns anos; e, finalmente, o “Conceição”, um dos seus sonhos realizados nesta última década, são um atestado vivo de que ele foi também um grande educador.

Educador e mestre excelente!

Muitos ministros, professores e doutores receberam do ilustre pedagogo, á semelhança de S. Paulo aos pés do sábio Gamaliel, lições preciosas, que, os impulsionaram á conquista elevada da posição em que se encontram hoje.

Mestre excelente perde o magistério brasileiro!

Mestre e amigo sincero, leal e desprendido. Amigo que sabia aconselhar, confortar e apontar o caminho da verdade e da vitória. Sempre solícito, sempre pronto a servir, ia ao sacrifício, se fosse preciso, para resolver problemas e dificuldades alheias. Afirmo isto, interpretando particularmente o pensamento unânime dos meus colegas do Conceição.

E agora que perdemos o grande missionário, grande educador, grande mestre e amigo, que havemos de fazer? Apenas garantir que lhe seguiremos os passos com as nossas lágrimas – expressão sincera da saudade.

Partistes, pois, Dr. Waddell, para a mansão celestial! Fostes receber no céu a coroa de glória

incorruptível.

Haveremos de vos honrar a memória, pondo em prática o vosso derradeiro pedido: “Moços, trabalhai!”

Sim, a obra portentosa que iniciastes há de continuar, porque ela é de Cristo.

Dr. Waddell – nosso grande mestre e grande amigo – Adeus!

Discurso pronunciado pelo sr. Antonio Elias, representando o corpo discente do Instituto José Manoel da Conceição, no cemitério, por ocasião do enterro do Rev. William A. Waddell, fundador do JMC. 

Transcrito aqui neste blog em Salto, 19 de Setembro de 2019

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s